LeftRight

Category : Inovação

Tecnologia LED em iluminação pública, urbana e rodoviária

EnergiaInovação

A tecnologia de iluminação LED têm sido aclamada como o futuro da iluminação e, hoje em dia, os LEDs estão cada vez mais presentes no nosso ambiente. Utilizados na sinalização rodoviária ou a balizar caminhos e praças, os LEDs criam animações luminosas nos centros urbanos, realçam as fachadas, iluminam os monumentos, … [thkBC height=”500″ width=”900″ anchortext=”Leia o dossier «Tecnologia LED em iluminação urbana e rodoviária»” title=”Tecnologia LED em iluminação urbana e rodoviária” url=”http://www.schreder.com/documents/_Dossier/PDF/Portuguese/200905111707746/DossierLedUrbanAndStreetPT.pdf” type=”iframe”]

tecnologia led, iluminação publica led,

FabLab EDP | Laboratório digital de prototipagem

EnergiaInovação

O FabLab EDP, o primeiro deste género em Portugal, está localizado em Sacavém e trata-se de um laboratório digital de prototipagem rápida que permite materializar ideias e projectos.

“Fablab” é a abreviatura de “Fabrication Laboratory”, ou como muitos preferem chamar, “Fabulous Laboratory”e é um conceito importado do Center for Bits and Atoms (CBA) do Massachussets Institute of Technology (MIT), pensado para a comunidade, fomentando uma educação técnica informal, peer-to-peer.

Prémio Inovação EDP 2020 Richard Branson VISÃO

EnergiaInovaçãoNotíciasTecnologia

Até 8 de Abril de 2011, estão abertas as candidaturas para participação na 3ª Edição do Prémio Inovação EDP 2020 Richard Branson VISÃO, com um primeiro prémio no valor de 50.000 euros.

O Prémio Inovação EDP 2020 Richard Branson Visão é uma iniciativa conjunta da EDP (“Patrocinador”) e da revista Visão (“Promotor”). O objectivo é incentivar a inovação e o empreendedorismo na área de Cleantech para o segmento das energias, através da atribuição de um prémio monetário de 50.000€ (cinquenta mil euros).

Guia Essencial Domótica: Multimédia e Segurança em Casa

EdifíciosEnergiaEngenhariaInovação

Domótica pode ser resumida como sendo a aplicação, numa habitação, de diversos automatismos em matéria de segurança, gestão de energia, conforto, comunicações, etc.

As soluções de domótica já fazem parte do nosso dia-a-dia há alguns anos, muitas vezes tão integradas que nem notamos. Estas soluções traduzem a evolução que o sector das comunicações trouxe para as áreas da electrotécnia, mecânica e segurança.

O caso mais antigo e de maior sucesso da aplicação da domótica nos nossos edifícios será no sector da Segurança, nomeadamente em:

  • Controlo de acesso
  • Alarmes de intrusão
  • Alarmes técnicos (incêndio, inundação, gás, …)
  • Circuitos fechados de video-vigilância e video-vigilância por telemóvel ou internet

Na aplicação de sistemas de segurança, um dos especialístas é a SECURITAS (clique em baixo para conhecer as promoções do momento):


A palavra-chave na domótica será mesmo a comunicação, uma vez que serão protocolos de comunicação entre dispositivos que farão com que todo um sistema funcione, simulando inteligência.

Design para os Outros 90%

InovaçãoMundo

Dos 6.5 biliões de pessoas que representam a população mundial, 5.8 biliões – qualquer coisa como 90%, tem pouco ou nenhum acesso à grande maioria dos produtos e serviços que tomamos como garantidos; de facto, cerca de metade não têm acesso regular de comida, água potável ou abrigo.

«Design for the Other 90%» é um projecto que expõe um movimento em crescimento, por parte dos designers, em desenvolver soluções de baixo custo para os “outros 90%”.

Através de parcerias, indivíduos e organizações procuram encontrar o caminho para responder aos desafios de vida e progresso dos mais pobres e marginalizados.

Vale a pena visitar o portal em http://other90.cooperhewitt.org/ e conhecer algumas das invenções a pensar nos “outros 90%”.

Um dos instrumentos que mais me impressionou foi a LifeStraw (que significa «palha de vida») , um dispositivo portátil para purificação de água que pode salvar a vida a milhões de pessoas por ano. A proposta é do Vestergaard Frandsen Group, uma empresa têxtil fundada na Dinamarca que afirma que, os testes laboratoriais já realizados demonstram que o invento tem uma taxa de mortalidade bacteriana de 99,9999%, ou seja, melhor que a água canalizada das redes de abastecimento de muitos países desenvolvidos.

Como funciona?

Custo estimado: 2,5 euros
Validade estimada: 1 ano

«A LifeStraw é equipada com um sistema de três estágios de filtração de partículas»

«Quando a água é sugada, encontra primeiro um pré-filtro têxtil que retém partículas até 100 mícrons (um mícron = um milésimo de milímetro). Depois, o líquido atravessa um segundo filtro, em poliéster, que depura pós e sedimentos mais pequenos (até 15 mícrons), antes de chegar a um núcleo central, dividido em três partes. É aí, com recurso a uma resina impregnada em iodina e um carbono activo granulado, que são eliminadas e contidas as restantes bactérias, vírus e parasitas, e melhorado o sabor da água (por acção do carbono).»

Fonte: EXPRESSO,
Nelson Marques

Turbina eólica mais alta do mundo na Alemanha

Inovação

De acordo com a «Constructalia», o portal do aço para a construção, foi contrída na Alemanha, a turbina eólica mais alta do mundo, formada por mais de 300 toneladas de aço.

Construída pela empresa SeeBA em Laazow (Brandenburg, Alemanha), a turbina eólica FL 2500, recorde mundial de 160 m de altura, está a produzir energia.

A produção está estimada em 7 milhões de kWh por ano, suficiente para cobrir o consumo de 1.800 famílias de 4 pessoas. Na Europa, mais de metade da capacidade de geração de energia encontra-se na Alemanha e na Espanha.

Potência: 2,300 / 2,500 / 2,700 kW
Rotor 90 / 160 m
Altura da torre: 85 / 100 / 117 / 141 / 160 m 

A SeeBA Energiesysteme GmbH é uma empresa alemã fundada em 1997, que opera na área da energia renovável, primariamente energia eólica.

Para ver o filme da construção, clique aqui

Especificações em português (PDF)

Energia Wireless – Electricidade sem fios

Inovação

Clique na imagem para ver a descrição

Um estudo, desenvolvido por investigadores do MIT, afirma que existe uma possibilidade bem real de conseguir transferir energia via wirelless…

A teoria por detrás desta tecnologia, basea-se na propriedade de que “dois objectos na mesma ressonância acústica, quando atravessados por uma determinada onda sonora, vibram, gerando desta forma energia”… depois, é só deixar a imaginação fazer o resto!

Se quiser saber mais, leia o artigo completo da BBC, aqui.

Se quiser conhecer o modelo matemático que explica o fenómeno, veja a apresentação Wireless Non-Radiative Energy Transfer, por Marin Soljačić, Massachusettes Institute of Technology (MIT)

energia wireless, energia via wireless,