LeftRight

Category : Edifícios

Guia Essencial Domótica: Multimédia e Segurança em Casa

EdifíciosEnergiaEngenhariaInovação

Domótica pode ser resumida como sendo a aplicação, numa habitação, de diversos automatismos em matéria de segurança, gestão de energia, conforto, comunicações, etc.

As soluções de domótica já fazem parte do nosso dia-a-dia há alguns anos, muitas vezes tão integradas que nem notamos. Estas soluções traduzem a evolução que o sector das comunicações trouxe para as áreas da electrotécnia, mecânica e segurança.

O caso mais antigo e de maior sucesso da aplicação da domótica nos nossos edifícios será no sector da Segurança, nomeadamente em:

  • Controlo de acesso
  • Alarmes de intrusão
  • Alarmes técnicos (incêndio, inundação, gás, …)
  • Circuitos fechados de video-vigilância e video-vigilância por telemóvel ou internet

Na aplicação de sistemas de segurança, um dos especialístas é a SECURITAS (clique em baixo para conhecer as promoções do momento):


A palavra-chave na domótica será mesmo a comunicação, uma vez que serão protocolos de comunicação entre dispositivos que farão com que todo um sistema funcione, simulando inteligência.

FICHAS TÉCNICAS CERTIEL

EdifíciosEnergiaEngenhariaForuns

A CERTIEL – Associação Certificadora de Instalações Eléctricas é uma associação de utilidade pública e acreditada pelo Instituto Português da Acreditação e criou uma série de fichas técnicas que podem ser bastante úteis e que por isso interessa dar a conhecer.

Para conhecer a legislação ligada ao sector, clique aqui.

Aproveito para dar a conhecer o fórum acessível no endereço http://www.electricidade.com.pt/forum, que na minha opinião será um dos melhores nos temas que aborda…

certiel, certiel tabela de cabos, rtiebt - regras técnicas das instalações eléctricas de baixa tensão, FICHAS TECNICAS CERTIEL, certiel pdf, calculos ited, tabela de cabos certiel,

Tabelas de Preços de Materiais de Construção

EdifíciosEnergiaEngenhariaPlaneamento

Sempre tive um gosto especial por fóruns, são extremamente práticos! Bem, mas hoje o tema não são fóruns, são PREÇOS!

Um utilizador do «Fórum da Casa», criou uma base de dados com tabelas de preços que inclui variadas marcas nas mais diversas categorias, nomeadamente:

materiais de construção preços, preços de materiais de construção, tintas cin preços, tabela de preços de materiais de construção, tabela de preço de material de construção, cin preços, preço material de construção,

Especificações LNEC e Eurocódigos em Português

EdifíciosEngenhariaEstruturasGeotecniaHidráulicaLegislaçãoVias de Comunicação

Foi actualizada a lista das partes dos Eurocódigos disponíveis no enGENIUM 2.0, tendo-se adicionado diversas partes em Português (versões NP EN(V)) e outras partes que estavam em falta.
Pode consultar em http://engenium.wordpress.com/2006/10/18/eurocodigos/

.

Foi igualmente actualizada a lista de Especificações do LNEC disponíveis em função das especificações vigentes, consulte em http://engenium.wordpress.com/2006/10/18/especificacoes-lnec/

.

Partilhe também os seus documentos através do www.4shared.com , um serviço que permite armazenar online de forma gratuíta e muita rápida arquivos com até 100MB num disco virtual com 5Gb de espaço!

eurocodigos portugues,

Ensaios a Betões

EdifíciosEngenhariaEstruturasLegislação

Pode consultar as normas ou especificações válidas para os ensaios em http://www.lnec.pt/servicos/ensaios

Betão Fresco

  • NP EN 12350-1 Amostragem
  • NP EN 12350-2 Ensaio de abaixamento
  • NP EN 12350-3 Ensaio Vêbê
  • NP EN 12350-4 Grau de compactibilidade
  • NP EN 12350-5 Mesa de espalhamento
  • NP EN 12350-6 Massa volúmica

Betão endurecido

  • NP EN 12390-1 Formas dimensões e outros requisitos para o ensaio de provetes e os moldes
  • NP EN 12390-2 Execução e cura dos provetes para ensaios de resistência mecânica
  • NP EN 12390-3 Resistência à compressão de provetes de ensaio
  • NP EN 12390-5 Resistência à flexão de provetes
  • NP EN 12390-7 Massa volúmica do betão endurecido

Ensaios a Agregados para Betões

EdifíciosEngenhariaEstruturasLegislação

Pode consultar as normas ou especificações válidas para os ensaios em http://www.lnec.pt/servicos/ensaios

  • NP EN 932-5 Equipamento comum e calibração
  • NP EN 932-1 Métodos de amostragem
  • NP EN 932-2 Métodos de redução de amostras laboratoriais
  • NP EN 933-1 Análise granulométrica
  • NP EN 933-3 Determinação do índice de achatamento
  • NP EN 933-4 Determinação do índice de forma
  • NP EN 933-7 Percentagem de conchas em agregados grossos
  • NP EN 933-8 Ensaio de equivalente de areia
  • NP EN 933-9 Ensaio de azul de metileno
  • NP EN 1097-1 Determinação da resistência ao desgaste (micro-Deval)
  • NP EN 1097-2 Determinação da resistência à fragmentação
  • NP EN 1097-3 Determinação da baridade e do volume de vazios
  • NP EN 1097-6 Determinação da massa volúmica e da absorção de água

ITE 50 e Manual de Apoio ao RCCTE 80/2006 (2.ª parte)

EdifíciosEngenhariaSoftware

A base de LNEC onde figuram os «Coeficientes de transmissão térmica de elementos da envolvente dos edifícios» na versão actualizada de Carlos A. Pina dos Santos e Luís Matias, ITE 50, encontra-se disponível para consulta, [thkBC height=”500″ width=”900″ anchortext=”clicando aqui” title=”LNEC ITE 50 – 2006″ url=”http://pt.scribd.com/full/39562723?access_key=key-1ckb6ecdw2f7mevamdm0″ type=”iframe”].

Neste documento podemos encontrar os coeficientes de transmissão térmica de diversas soluções de paredes, coberturas, pavimentos com diferentes combinações de materiais e vários tipo de isolamento.

[button size=”large” style=”limegreen” url=”http://pt.scribd.com/full/39562723?access_key=key-1ckb6ecdw2f7mevamdm0″ ]ITE 50[/button]

.

Veja ainda a primeira parte dos «documentos de apoio à verificação do RCCTE».

ite 50, ite50, ite 50 pdf, ite50 pdf, ite 50 download, Ite 50 Lnec, ite 11,

Soluções de Impermeabilização e Isolamento Térmico Pormenores CAD

EdifíciosEngenharia

  • Muros de Suporte e Caves (Sem Isolamento)  DWG Nº3.1.1
  • Muros de Suporte e Caves (Com Isolamento) DWG Nº3.1.2
  • Piscinas e Caves DWG Nº3.1.3
  • Lajes de Pavimento em contacto directo com o solo
  • Coberturas de Acessibilidade Limitada
    • Solução Sem Isolamento Térmico DWG nº3.3.1
    • Solução Com Isolamento Térmico (Sol. Cobertura Invertida) DWG nº3.3.2
    • Solução Com Isolamento Térmico (Sol. Cobertura Tradicional) DWG nº3.3.3
  • Coberturas Acessíveis à Circulação e Permanência de Pessoas

    • Solução Sem Isolamento Térmico DWG nº3.4.1
    • Solução Com Isolamento Térmico (Sol. Cobertura Invertida) DWG nº3.4.2
    • Solução Com Isolamento Térmico (Sol. Cobertura Tradicional) DWG nº3.4.3
    •  

  •     

  • Coberturas Acessíveis à Circulação e Permanência de Veículos
    • Solução Sem Isolamento Térmico (Betão Armado) DWG nº3.5.1
    • Solução Com Isolamento Térmico (Sol. Cobertura Invertida) DWG nº3.5.2
    • Solução Sem Isolamento Térmico (Betão Betuminoso) DWG nº3.5.3 
  • Tabuleiros de Pontes e Viadutos DWG nº3.6
  • Coberturas Ajardinadas DWG nº3.7
  • Coberturas inclinadas com revestimento em Telha
    • Solução Sem Isolamento Térmico DWG nº3.8.1
    • Solução Com Isolamento Térmico (Sol. Cobertura Invertida) DWG nº3.8.2
  • Cobertura Metálica
    • Solução Com Isolamento Térmico (Sol. Cobertura Tradicional)-I DWG nº3.9.1
    • Solução Com Isolamento Térmico (Sol. Cobertura Tradicional)-II DWG nº3.9.2 
  • Floreiras DWG Nº3.10
  • Zonas ou Pontos Singulares – Juntas de Dilatação
  • Zonas ou Pontos Singulares – Platibandas e Chaminés
  • Zonas ou Pontos Singulares – Algerozes e Caleiras DWG Nº4.3
  • Zonas ou Pontos Singulares – Soleiras  DWG Nº4.3
  • Zonas ou Pontos Singulares – Tubos de Queda em Coberturas de acessibilidade limitada
    • Solução Com Isolamento Térmico (Sol. Cobertura Invertida) DWG Nº4.5.1.2
    • Solução Com Isolamento Térmico (Sol. Cobertura Tradicional) DWG Nº4.5.1.3
  • Zonas ou Pontos Singulares – Tubos de Queda em Coberturas acessíveis à circulação e permanência de Pessoas
  • Recuperação de Coberturas Existentes
    • Solução Com Isolamento Térmico (Alterando o tipo de acessibilidade) DWG Nº5.1
    • Solução Com Isolamento Térmico (Mantendo o tipo de acessibilidade)  DWG Nº5.2

     Veja também:

     

Isolamento térmico, cobertura ajardinada pormenor, impermeabilizaçao de lajes, pormenor cobertura ajardinada, pormenor construtivo cobertura plana, impermeabilização do solo, impermeabilidade do solo,

Revestimento de Pavimentos em Madeira

EdifíciosEngenharia
  • Performance e características técnicas
  • Tabela de Preços (PDF)
  • Instruções de Montagem (PDF) 

Pavimento Flutuante Estratificado, tipo Soalho

Constituídos por réguas do tipo soalho, em HDF (placa de aglomerado de fibras de madeira de alta densidade), revestidas com filme melamínico e protegidas com overlay (acabamento superficial de elevada resistência).

 

 

 

  

 …

Pavimento Flutuante de Madeira, tipo Soalho

 

Pavimento Flutuante de Madeira, tipo Lamparquet

Pavimento de Madeira Maciça, tipo Soalho

Pavimento de Madeira Maciça, tipo Soalho “Deck”

Fonte: VICFLOOR, Pavimentos de Madeira