Estudo põe a nu o mundo da cópia e do plágio académico em Portugal

8 anos ago by in Copyright, Notícias

Depois do escândalo dos magistrados que, apesar de apanhados a copiar, receberam uma nota de 10, e da notícia da venda de teses de doutoramento por 50 mil euros, uma investigação publicada na edição 967 da Revista Visão revela que «a praga dos plágios generalizou-se nas nossas universidades. De estudantes a professores, não há inocentes. E há até quem faça teses a troco de alguns milhares de euros».

 

 

A investigação, foi baseada também nos resultados do estudo «Integridade Académica em Portugal», de Aurora A.C. Teixeira, professora na FEUP e Investigadora do Observatório de Economia e Gestão de Fraude (OBEGEF), elaborado com o objectivo de «caracterizar a situação portuguesa no que se refere aos diversos comportamentos e condutas
desviantes por parte de estudantes do ensino superior, designadamente cópia em exames e plágio.»

 

O estudo “Integridade Académica em Portugal”, de Aurora Teixeira, que contou com a resposta de mais de 5400 estudantes, revela que 69,3% dos inquiridos afirmou ter copiado em exames e que  3,4% dos que já copiaram foram apanhados!

 

Ficam de seguida mais alguns dados interessantes:

  • 55,2% copiaram respostas por um colega durante um exame
  • 46,2% utilizaram cábulas escritas para copiar durante um exame
  • 46,1% pediram a um colega que assinasse por si a presença numa aula e, 32,1% alteraram o registo de presenças de uma aula
  • 42,1% admitiram ter submetido um ensaio/artigo/ trabalho sem ter colocado asreferências bibliográficas em que se apoiou
  • 38,7% receberam ajuda de outros estudantes num ensaio/trabalho/artigo eentregá-lo com o seu nome como um trabalho individual
  • 8,1% admitiram ter alguém que fez o trabalho por si (de graça ou a pagar)
[hr]
Outros dados interessantes prendem-se com a distribuição da cópia por género, inclinação religiosa, estatuto estudantil, ano, desempenho escolar e curso:
  • As mulheres apresentam uma maior inclinação do que os homens para a cópia
  • Os ateus e católicos apresentam uma maior inclinação do que os estudantes de outras inclinações religiosas
  •  Os ‘dirigentes associativos’ apresentam uma maior inclinação do que os estudantes ‘Ordinários’ e, sobretudo, os ‘Trabalhadores estudante’
  • Os estudantes dos MBA e cursos não conferentes de grau apresentam uma maior inclinação do que os estudantes de 2º ciclo (mestrado), 1º ciclo (licenciatura) e 3º ciclo (doutoramento)
  • A utilização do telemóvel para obter ou trocar respostas durante um exame é mais frequente junto dos estudantes do 1º ciclo (licenciatura) (16%) do que os estudantes de mestrado (11%), MBA e cursos não conferentes de grau (10%) e 3º ciclo (doutoramento) (2%).
  • Os estudantes de fraco desempenho académico (i.e., com médias entre 10-11 valores) apresentam uma maior inclinação do que os estudantes de excelente desempenho académico (i.e., com médias superiores a 16 valores)

[hr]

distribuição do plágio por género, inclinação religiosa, estatuto estudantil, ano, desempenho escolar e curso, faz-se do seguinte modo:

  •  Os homens apresentam uma maior inclinação do que as mulheres para o plágio.
  • Os ateus e católicos apresentam uma maior inclinação para o plágio do que os estudantes de outras inclinações religiosas.
  • Os ‘Dirigentes associativos’ apresentam uma maior inclinação para o plágio do que os estudantes ‘Ordinários’ e, sobretudo, os ‘Trabalhadores estudante’.
  • Os estudantes do 3º ciclo (Doutoramento) são os menos inclinados ao plágio.
  • Os estudantes de fraco desempenho académico apresentam uma maior inclinação ao plágio do que os estudantes de excelente desempenho académico.
 

Mais informações:

[check_list]
  • [thkBC height=”500″ width=”900″ anchortext=”Relatório síntese global do estudo” title=”Relatório síntese global do estudo, 11 de Setembro de 2011″ url=”http://dl.dropbox.com/u/5842073/LIVRARIA/11.09.11_Integridade%20Acad%C3%A9mica%20em%20Portugal_relat%C3%B3rio%20s%C3%ADntese.pdf” type=”iframe”], de Aurora A.C. Teixeira.
  • [thkBC height=”500″ width=”900″ anchortext=”Plágio nas teses/dissertações… e então o(s) orientador(es)? ” title=”Plágio nas teses/dissertações… e então o(s) orientador(es)? ” url=”http://www.gestaodefraude.eu/images/gf_upload/VisaoE075.pdf” type=”iframe”], de Aurora A.C. Teixeira.
  • [thkBC height=”500″ width=”900″ anchortext=”Justiça à portuguesa: “Quem copiar leva 10 valores” … e o burro sou eu?…” title=”Justiça à portuguesa: “Quem copiar leva 10 valores” … e o burro sou eu?…” url=”http://www.gestaodefraude.eu/images/gf_upload/VisaoE127.pdf” type=”iframe”], de Aurora A.C. Teixeira.
[/check_list]
 
 

Leave a Comment