O que é ser português? Ser português é…

6 anos ago by in Humor, Mundo
Portugal, the beauty of simplicity

Sem querer generalizar,
este texto é para todos os portugueses!

Ser português é Zé Povinho… “… ele é paciente, crédulo, submisso, humilde, manso, apático, indiferente, abúlico, céptico, desconfiado, descrente e solitário, também não deixa por isso de nos aparecer, em constante contradição consigo mesmo, simultaneamente capaz de se mostrar incrédulo, revoltado, resmungão, insolente, furioso, sensível, compassivo, arisco, activo, solidário, convivente…

 

Ser português é ser um desenho animado, é ter tiques, bigode e sotaque, ser baixinho e barrigudo, e construir frases só com palavrões.

 

Ser português é ser diferente, estranhar a diferença, mas respeitar a diferença.

 

Ser português é miscigenação, é não ser racista mas abrir uma excepção para com os ciganos. É ser motivo de piada pelos brasileiros, mas fazer humor sobre alentejanos e negros.

 

Ser português é ser patriota mas não conhecer a bandeira, o hino nem os heróis.

 

Ser português é ser navegador e conquistador.

 

Ser português é emigrar um mês e voltar, e esquecer a sua língua nativa, o português.

 

Ser português é fazer história mas não a conhecer, é esquecer os seus heróis mas lembrar os ditadores.

 

Ser português é ser poeta mas não saber ler nem escrever.

 

Ser português é ser poliglota, é ser contra o acordo ortográfico mas não diferenciar palavras homónimas, homófonas, homógrafas e parónimas.

 

Ser português é axaxinar o Portuguex ao eskrever.

 

Ser português é ser do contra, mas não se manifestar, é reclamar mas esperar que os outros apresentem queixa por si.

 

Ser português é prosas, piropos e poesias… É fadistas sem fado.

 

Ser português é música, é pertencer a um rancho, é cantar ao desafio, é improvisar.

 

Ser português é saudade, é saber receber, é dar sem se ter.

 

Ser português é não se governar nem se deixar governar, é comprar quando não se deve e vender quando não se quer.

 

Ser português é troçar do agricultor, é ser doutor, engenheiro ou professor.

 

Ser português é não respeitar quem o respeita, . É berrar, gritar e chorar, é reclamar mas não se queixar. É dar um murro na mesa mas, pedir desculpa por pedir desculpa.

 

Ser português é desconhecer o sentido de civismo, é estacionar em cima do passeio e tentar passar à frente na fila de espera. É cunhas, tachos e colheres.

 

Ser português é ser educado em privado mas cuspir e urinar em público.

 

Ser português é paz na rua mas guerra em casa.

 

Ser português é ser trabalhador mas não ser competitivo, é ser competente mas não gostar de trabalhar.

 

Ser português é desenrascar, improvisar, suar, sofrer e chorar, mas fazer.

 

Ser português é comprar casa, carro, mulher, é viver endividado mas viver à grande e à francesa!

 

Ser português é desrespeitar o código da estrada e fazer sinal de luzes para avisar os maus condutores.

 

Ser português é ter mau gosto, é merendas em vez de piqueniques, é bandeiras à janela e roupa interior a secar à varanda.

 

Ser português é cheiro a castanhas assadas nas ruas da cidade e a sardinha nas festas populares.

 

Ser português é ter fé, ter fé que o pior já passou. É ser católico mas já ter ido à bruxa.

 

Ser português é não fazer exercício físico.

 

Ser português é ser relaxado mas mal encarado, é acender o cigarro a qualquer hora e em qualquer lugar sem quaisquer preocupações.

 

Ser português é alegria, sorrisos e gargalhadas.

 

Ser português é família. É visitar os pais e avós ao fim-de-semana e viver em casa dos pais até aos 30. É futebol ao domingo à tarde e violência doméstica ao final do dia.

 

Ser português é ser vizinho, é chamar tio ao vizinho da frente e ao desconhecido.

 

Ser português é gastronomia, regar o bacalhau com azeite, é caldo-verde, é cozido.

 

Ser português é petiscos, é caracóis, marisco, moelas e tremoços. É sopa ao pequeno almoço, é cerveja fresca ao meio da manhã e vinho ao almoço e jantar.

 

Ser português é saber fazer, é suor e calçadas à portuguesa.

 

Ser português é – segundo António de Oliveira Salazar, «…aquela doçura de sentimentos, aquela modéstia, aquele espírito de humanidade, tão raro hoje no mundo; aquela parte de espiritualidade que, mau grado tudo que a combate inspira ainda a vida portuguesa; o ânimo sofredor; a valentia sem alardes; a facilidade de adaptação e ao mesmo tempo a capacidade de imprimir no meio exterior os traços do modo de ser próprio; o apreço dos valores morais; a fé no direito, na justiça, na igualdade dos homens e dos povos; tudo isso, que não é material nem lucrativo, constitui traços do carácter nacional. Se por outro lado contemplamos a História maravilhosa deste pequeno povo, quase tão pobre hoje como antes de descobrir o mundo; as pegadas que deixou pela terra de novo conquistada ou descoberta; a beleza dos monumentos que ergueu; a língua e literatura que criou; a vastidão dos domínios onde continua, com exemplar fidelidade à sua História e carácter, alta missão civilizadora – concluiremos que Portugal vale bem o orgulho de se ser português.»

ser portugues, o que é ser portugues, ser portugues é, ser portugues poema, o que é ser português?,

13 Responses to “O que é ser português? Ser português é…”


[…] Ser português é… […]

Debora Moura
26/05/2012 Responder

Sou portuguesa e açoreana com muito orgulho, defendo a minha patria e a minha bandeira com unhas e dentes,Portugal é o meu berço e mesmo com a situaçao complicada que o país atravessa nunca deixei de acreditar que Portugal vai-se erguer,porque é isso que um verdadeiro portugues faz arregaça as mangas e vai á luta e os portugueses deveriam dar graças a Deus porque as coisas nos outros paises nao estao melhores e faço um apelo a todos os portugueses nao abondonem as  vossas origens, do mesmo modo que todos nos ja precisamos do apoio do nosso pais ele agora precisa de nos e fica feio morder a mao que nos da de comer.

Andreia
01/09/2010 Responder

Tenho um orgulho enorme em ser portuguesa
PORTUGAL, para smp :)

Claudio Louro
31/07/2010 Responder

Ao autor do texto e aos ignorantes comentários (os primeiros) que se sucederam penso que deveriam repensar muito bem o que andam cá a fazer. Já que estão tão descontentes pelo povo, pela terra, que tal irem viver para outro país que não o nosso? Uma coisa muito engraçada que já tenho infelizmente andado a reparar é que pessoas como vocês que adoram falar mal de vocês próprios (o que é o cúmulo, enfim, sem palavras) é que tanto dizem mal mas andam por aqui a viver e não pretendem sair. O vosso texto adequa-se há alguns portugueses não digo o contrário, como também a outros povos do mundo e são vocês que fazem a sociedade assim quando criticam a vossa nacionalidade. Não estou a defender o povo português por ser português mas uma coisa é certa: se qualquer povo do Mundo me perguntar que nacionalidade sou o meu maior momento de orgulho é dizer na minha língua que sou Português, sou de um país que mesmo sendo pequeno consegue ter tantos heróis, tanta história. E agora se conseguirem encaixar na vossa cabecinha algumas curiosidades: somos dos povos mais pacíficos do Mundo e por isso muitos estrangeiros procuram Portugal considerando-o um canto diferente um paraíso completo. Fomos nós que descobrimos metade de um Mundo, povo de coragem, de luta, que diz quando tem que ser dito, fomos nós, o Grande Luís de Camões, que criou um dos textos mais raros do mundo a epopeia. Fomos nós que enfrentámos o desconhecido e do mar criámos o Fado. Expandimos a nossa língua a 5ª mais falada do Mundo. Expandimos a fé. Não levámos guerras quando conquistámos, levámos cultura e civilização. Somos humildes e somos dos mais generosos povos por termos sempre aberto as portas do país aos povos do Mundo. Temos das línguas mais ricas de todo o Mundo: o português, das línguas mais difíceis mas das mais sentidas. Criámos uma palavra que não existe noutra parte do globo: Saudade. Somos muito emotivos e desejamos o bem dos outros povos pela sua história. Na verdade em Portugal conseguimos encontrar de tudo: história em todos os recantos, a beleza natural, a arte. Temos das melhores praias, das mais belas cidades, temos das paisagens mais bonitas. Tivemos escritores que se lêem em todo Mundo, actualmente artistas que são extraordinários, desportistas, cantores, tudo. Devíamos orgulharmo-nos disso. Como vi num belíssimo poema: Ser Português é Ser Todo Sentimento. E por isso os povos admiram-nos. Cresçam (se for possível) e não desçam onde desceram. Nem sabem o ridículo que foram as vossas palavras…

pedro pedro
26/06/2010 Responder

ser portugues e querer ter tudo e ter dinheiro para nao ter nada….e la vem outro credito….e talvez por isso sejamos o que somos e criticamos tudo e todos.mas quando se diz mal de portugal e dos portugueses nao se esquecam que estao a dizer mal de voces proprios.e verdade que muitos de nos sao uns grandes labregos,mas ha muita gente boa,somos e uns caloes e nao fazemos isto andar para a frente,poque quem faz um pais andar para a frente nao sao so os governos mas sim o povo,se ha uns seculos o mundo era quase todo nosso,porque nao inovar ser empreendedor ,arriscar e levar o pais para a frente,o portugues chora,chora,queixa-se mas nao faz nada para sair do buraco.e mais facil viver a credito por isso e que estamos como estamos.audis,mercedes.bmw,etc,carros novos,casas,telemoveis caros para exibir,ferias a credito etc,etc……..tenham pena de voces mesmos e nao queiram ser quem nao sao,pois o portugues vive de aparencias.aprendam a viver e talvez portugal seja um pouco melhor economicamente para se viver .pois nao temos guerras,somos um regime aberto o que quer dizer democracia embora os politicos e grandes patentes serem corruptas…..enfim gozem o que temos de bom …o clima,o sol e a praia e as portuguesas.xauxau

Luís Gonçalves
20/06/2010 Responder

Ser português também é ser ignorante como tu e pensar que tudo lá fora é melhor que nós, também é ser elitista como tu e pensar que podes criticar a música pimba ou outras formas de expressão dum povo pois consideras-te classe à parte, é também achar piada em discriminar e ser xenófobo contra a nação à qual não mereces pertencer, é ser tão banal que falas aqui em títulos e ignorâncias mas demonstras que és mais ignorante que a maioria de nós.

Mas ser português, felizmente para nós, é muito mais do que a tua mente inútil e o teu exercício mental desperdiçado pode alguma vez reflectir:

Eu vivi 10 anos da minha vida no Reino Unido e digo-te o que é ser português para mim:
Ser português é ser honesto,
é ser considerado pessoa de bem,
é ser solidário,
é ser respeitado,
é ser poliglota,
é ser parte do mundo, não dominar e impôr mas abraçar culturas, não excluir mas evoluir,
Ser Português é chorar e sentir,
é o fado,
é as castanhas assadas,
é ajudar alguém sem esperar nada em troca,
é abraçar quem nos visita,
é sorrir na adversidade,
é o cheiro da sardinha assada,
é bacalhau e grão,
é África, é América, é Ásia, é Europa,
é o sol,
a calçada,
o eléctrico,
o paerto de mão sentido,
o olhar nos olhos,
o ser frontal,
o ser prestável,

Ser Português é não criticar os de cá porque fomos a Londres um fim de semana, porque vamos a Paris fotografar a Torre Eiffel ou a Roma ver o Coliseu.

Ser Português é amar ser Português porque se conhece ou não se conhece outras realidades, porque se ama este cantinho, sem ser preciso sair e dizer que são melhores que nós.

A ignorância anda de mãos dadas com o preconceito.

João
18/06/2010 Responder

Melhor que deixar um comentário destes a limpar os outros todos é ter sido no dia 10 de Junho!
Para quem não acredita em Portugal, para quem escreve comentários como o primeiro e para quem não acredita em si próprio: No Iraque está-se mesmo muito bem com o calorzinho das bombas!

Tuga Cari
10/06/2010 Responder

Ser Português é:

1 – pertencer ao 13º Pais mais seguro mundo e 9º da Europa
2 – ter orgulho na nossa história
3 – Ser destemido e adaptar-se a qualquer lugar
4 – ser amistoso e amigo
5 – ser Honesto
6 – comer peixe fresco
7 – não falar mal de Portugal

A todos aqueles que não gostam de Portugal segue um conselho:
Vão viver pro Iraque.

Cátia Ferreira
07/06/2010 Responder

pode ser antes de um jogo mas….
reparem no amor aqui transmitido, na paixão e orgulho, na esperança….

Cátia Ferreira
07/06/2010 Responder

Quando comecei a ler isto até achei piada, porque qual de nós que leu isto não se lembrou que há coisas que até são verdade, mas depois vêm os comentários, e todos começam a esticar-se ainda mais nas criticas contra o nosso pais!
Se “nós” próprios dizemos mal de nós, como é que queremos que os outros não o digam??
Á um ano atrás decidi vir para Inglaterra para tirar um curso pois sei que assim que voltar vou ser muito mais valorizada, durante este curso fizeram-me e ainda fazem perguntas tais como: “queres fazer a tua carreira aqui? vais voltar para o teu pais?” – Pois bem, à primeira a resposta é não e à segunda é sim…
Se todos sairmos do nosso país e não voltarmos é muito pior, mas se pelo contrario, viajarmos, aprendemos e aplicarmos tudo o que aprendemos no nosso pais, e ajudarmo-nos uns aos outros para o fazer progredir, acreditem que conseguimos!!

Se os outros conseguem porque não nós?
A desculpa de que o nosso governo é que é uma merda já passou à história, desculpem que vos diga, mas isso é a desculpa mais esfarrapada de sempre, ou pode ser que seja algo que o nosso subconsciente diga a nós próprios para tapar a verdade. Os políticos governam, mas quem os mete lá somos nós, para além do mais, não somos só nós que temos maus políticos, Há por ai dezenas de países com maus políticos, mas as economias não estão estagnadas….
lutem… lutem, lutem pelo maravilhoso país que temos… ninguém nos disse que ia ser fácil, mas vale sempre a pena :D
Acreditem todos juntos, somos muitos, e se quisermos mudar conseguimos, basta querer!!!

Marina Moura
04/02/2010 Responder

Acho que voçês sao muito baixos ao critcarem o povo portugues!Eu sou suiça e vi para portugal pequenina, como tal considero-me mais portuguesa que de qualquer outra nacionalidade e tenho muita pena que pessoas como voçes rebaixem o nosso “ilustre peito lusitano”, descendemos dele e somos a sua força grandiosa, somos o espirito novo capaz de fazer renascer o que temos de bom!
O nosso país está como está por culpa de pessoas como vós que nos consideram inferiores, que criticam mas tambem nao fazem melhor e que se submetem a tudo, porque vao atrás do que os de fora fazem e nao conseguem fazer nada de criativo para que o nosso país saia do marasmo em que vive! Esta situação desalenta-me e queria-vos pedir que não critiquem, porque antes de mais nada pensem que Portugal é o nosso país e nao ficam apávicos executem algo de útil, sejam bons cidadãos e façam com que a grandeza do passado seja o exemplo do presente e a esperança do futuro! Obrigado Marina Moura…

Vasco
16/05/2007 Responder

Ser tuga é ir pó Algarve no opel corsa a atulhado de tralha,ter o terço pendurado no retrovisor,ouvir quim barreiros,ter a mania que fala bem inglês tipo do you wanna eat a gelate together,não lavar os dentes,cheirar a cavalo,pôr a camisa aberta para se ver os pêlos do peito com a cruzinha de ouro,coçar a orelha com a unha grande do dedo mindinho,ir á alemanha comprar um mercedes com 400000kms de 1980 só para dizer que tem um mercedes,vir á janela ver o que se passa,fazer dejectos na via pública,remediar as coisas,usar bigode,ir aos domingos ao centro comercial pastar,ou ir comer aos domingos o pastelinho de belém,ir á bola……….e muitas mais…………….:)

BisMarques
14/01/2007 Responder

-Andar com o palito no canto da boca
-Usar as meias brancas com a respectiva raquete
-Ter um cd pendurado no espelho retrovisor
-Cospir para o chão na via pública
-Chamar nomes e fazer gestos obscenos aos outros condutores
-Não parar nas passadeiras para os peões passar
-Andar na rua com o telemóvel na mão para todos verem que tem um nem que seja o mais antigo
-Chegar ao café ou restaurante e colocar em cima da mesa os dois ou trés telemóveis, as chaves do carro (principalmente se for de marca), chaves de casa, maço de tabaco e respectivo isqueiro, carteira, óculos de sol etc…
-Andar com os óculos de sol na cabeça mesmo que esteja a chover
-Andar de carro com os vidros abertos e a música no máximo para todos ouvirem
-Andar de carro e meter a mão de fora junto à porta ou no tejadilho
-Andar com as luzes de nevoeiro acesas porque dá estilo ao carro
-No fim de um dia de trabalho ir para o café beber cerveja com os amigos até ficar bebado
-Comprar tudo o que seja contrafeito desde de que seja de marca e barato
-Fazer compras nas lojas dos chinezes
-Fazer compras no Lidl
-Ir às excursões todas que fazem na terra
-Levar sempre um garrafão de tinto para todo o lado
-Os emigrantes quando vem a Portugal trazem sempre música pimba a tocar nos carros
-Emigram meia dúzia de meses e quando vem a Portugal já não sabem falar Português
-Não trabalhar à segunda feira para ir à cidade
-Pessoas que tomam banho de perfume
-Todos os anos ter que ir passar férias ao Algarve mesmo sem ter dinheiro
-Andar sempre ao crava de cigarros

etc, etc, etc….

Have Fun

BisMarques

Leave a Comment