Metodologia BIM em direcção técnica de obras | Planeamento em Modelação 5D

4 anos ago by in BIM & CAD
BIM & CAD

O conceito de modelação 4D (modelação + tempo) entrou em discussão no final da década de 1990, nos Estados Unidos da América, Finlândia e Brasil.

Com a introdução dos factores tempo e custo no projecto BIM, os construtores puderam gerir e simular as etapas da construção, assim como analisar melhor a possibilidade de construção antes da execução. A principal vantagem da modelação 5D (modelação + tempo + custos) para os construtores é o aumento da precisão durante a construção, com menos desperdício de tempo, de materiais e de redução de alterações durante a execução das obras.

Pode-se controlar tanto as actividades críticas que se sobrepõem durante a execução, compreender através de imagem virtual o projecto final, existindo uma maior conciliação das especialidades.

Esse tipo de modelação pode ser utilizado para várias necessidades de visualização, algumas invisíveis, tais como a simulação dos esforços estruturais (análise por elementos finitos – FEA), do movimento de ar dentro de um ambiente (CFD), ou visualizar a acústica e distribuição do som.

Assim, a modelação destinada à simulação de comportamentos e análise visual dos dados técnicos tem sido usada para realçar o entendimento da complexidade da tarefa de projecto. Em Portugal, além do uso da metodologia BIM na fase de projecto ser bastante reduzida em comparação com outros países, já na fase de construção e Direcção de Obra é quase nula.

A dissertação Metodologia BIM em direcção técnica de obras | Planeamento em Modelação 5D, pretende aplicar a metodologia BIM na Direcção Técnica de Obras, e avaliar as vantagens que poderão advir do seu uso e implementação.

«The modeling concept 4D (modeling + time) entered in quarrel in the end of the decade of 1990, in the United States of America, Finland and Brazil. With the introduction of the factors time and cost in project BIM, the constructors they had been able to manage and to simulate the stages of the construction, as well as better analyzing the possibility of construction before the execution. The main advantage of the modeling 5D (modeling + time + costs) for the constructors is the increase of the precision during the construction, with little wastefulness of time, materials and reduction of alterations during the execution of the works. It can be controlled in such a way the critical activities that if overlap during the execution, to understand through virtual image final project, existing a bigger conciliation of the specialties. This type of modeling can be used for some necessities of visualization, some invisible ones, such as the simulation of the structural efforts (analysis for finite elements – FEA), of the air movement inside of an environment (CFD), or to visualize the acoustics and distribution of the sound. Thus, the modeling destined to the simulation of behaviors and visual analyses of the technical data have been used to enhance the agreement of the complexity of the task of project. In Portugal, beyond the use of methodology BIM in the phase of project sufficiently to be reduced in comparison with other countries, already in the phase of construction and Construction Management she is almost null. It is intended with the elaboration of this Thesis to apply methodology BIM in the Technical Direction Works, and to analyze the advantages that will be able to happen of its use and implementation.»

CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO

1.1. Objecto de estudo
1.2. Objectivos
1.3. Motivação
1.4. Metodologia
CAPÍTULO 2 BIM – Building Information Modeling
2.1. O que é o BIM – Building Information Modeling
2.2. BIM – Definição e Características
2.3. O crescente uso do BIM
2.4. Gestão de riscos
2.5. Recursos disponíveis para apoiar o crescimento e a adopção do BIM
2.6. Estudos de Caso
2.7. Varma Salmisaari Project – Oy Alfred A. Palmberg Ab
2.8. Kamppi Center – SRV Group
2.9. Ritz Carlton Highlands Lodge, Resort and SPA – Q&D Construction & Swinerton Builders
2.10. ROI – “Return on Investiment” – Retorno do investimento
CAPÍTULO 3 Aplicação do BIM ao Centro de Saúde de Macedo de Cavaleiros
3.1. Projecto
3.2. Conceito de Construção Virtual
3.3. Criação do edifício virtual
3.4. Dados adquiridos do edifício virtual
3.5. Dados adquiridos durante a fase de construção
3.6. Comparação de dados obtidos do edifício virtual e da fase de construção
CAPÍTULO 4 Entrevistas aos utilizadores finais do edifício
4.1. Procedimento
4.2. Entrevista
4.3. Possíveis vantagens do uso do edifício virtual
CAPÍTULO 5 Vantagens e Desvantagens do BIM
5.1. Vantagens
5.2. Desvantagens
CAPÍTULO 6 Considerações Finais
6.1. Conclusão
6.2. Trabalhos Futuros
Referências Bibliográficas
Bibliografia e Cibergrafia
ANEXOS
Anexo 1 – exemplos de Listagens de materiais obtidos do edifício virtual

«Segundo a revista The Economist, 30% doprocesso de construção é repetido, e 60% do esforço de trabalho é desperdiçado. Há também uma perda de 10% devido aos materiais desperdiçados. As tecnologias usualmente utilizadas para a gestão do processo de construção revelam-seinsuficientes para enfrentar a crescente complexidade dos edifícios e um mercado incessante à procura de prazos mais curtos.»

«Se nos dias que correm as apresentações 3D são tão importantes para evidenciar o Dono de Obra do resultado final do projecto, porque não utilizar o mesmo recurso para gerir as diversas fases da obra, conciliar especialidades e detectar incongruências, elaborar listagens de materiais com base nos desenhos, controlar os custos dos projectos e os prazos de execução? Tudo isto é possível fazer com recurso a alguns programas actualmente disponíveis no mercado.»

«…só através da tecnologia de construção virtual, proprietários de imóveis, construtores em geral, e os gestores de construção podem melhorar a previsibilidade do projecto, reduzir riscos, controlar custos e optimizar planeamentos…»

«Um cliente do Revit Architecture, … , avaliou recentemente os ganhos de produtividade que obtiveram, usando o Revit Architecture. (…) Com cerca de 20 projectos concluídos no Revit, a empresa tem visto os ganhos de produtividade em 30% em projecto e documentação, e em 50% nos pedidos de esclarecimento durante a construção.»

«A metodologia BIM, além da vantagem de num único ficheiro poder reunir todos os dados gráficos e não gráficos dum empreendimento, podendo ser utilizados em todo operíodo de vida útil do edifício, desde o projecto, passando pela construção, pela manutenção e reabilitação, até à demolição ou mudança de uso. No entanto, as vantagens que poderão ser retiradas do uso desta metodologia na Direcção Técnica de Obras são:

  • Melhor compreensão do projecto durante as fases ou etapas;
  • Melhor colaboração entre subempreiteiros;
  • Melhor visualização;
  • Conciliação espacial 3D das especialidades;
  • Detecção de incongruências de projecto;
  • Antecipação dos problemas;
  • Aumento de produtividade;
  • Prevenção das repetições de trabalhos;
  • Obtenção de quantidades de materiais e de recursos necessários;
  • Possibilidade de serem efectuadas várias simulações e análises económicas;
  • Interligação do edifício virtual com o planeamento da obra (4D);
  • Interligação do edifício virtual e planeamento com o cronograma financeiro(5D);
  • Software existente no mercado trabalha com base nas plataformas de alguns softwares bastante utilizados no seio dos técnicos AEC – Arquitectura, Engenharia e Construção, … Como exemplos, temos o “Vico Software” da “Graphisot” que trabalha na mesma plataforma do “Archicad” e o “Revit” da “Autodesk” que trabalha na mesma plataforma do “AutoCAD”.

«As desvantagens existentes na adopção desta metodologia passam basicamente por:

  • Necessidade de aquisição de software;
  • Mudança de mentalidades;
  • Necessidade de formação dos futuros utilizadores;
  • Domínio das ferramentas de planeamento (4D) e custo (5D);
  • Conceito pouco desenvolvido em Portugal.»

Autor: Azevedo, Orlando José Maravilha de

Orientador: Jalali, Said
Data: 22-Dez-2009
Descrição: Dissertação de Mestrado em Engenharia Civil (área Reabilitação, Sustentabilidade e Materiais de Construção)
URI: http://hdl.handle.net/1822/10695
Editora / Afiliação: Universidade do Minho; BUM – Dissertações de Mestrado; CEC-GTC – Dissertações de Mestrado

TÉCNICA DO PLANEAMENTO,

Leave a Comment