Grandes mudanças, um novo rumo: Cloud Computing, HTML5, iPad

Os especialistas  têm vindo a espalhar a ideia:

A Internet e o mercado dos computadores como os conhecemos têm os dias contados!

Muitos falam que já em 2011 o Cloud Computing poderá crescer exponencialmente!

Outros, que o HTML5 deverá ser amplamente utilizado a partir de 2012 e com ele virá a sentença se morte de muitas linguagens hoje utilizadas em programação de conteúdos para a Web. Até há quem vá mais longe e questione a necessidade de sistemas operativos como hoje os conhecemos:

Com a evolução da linguagem, na opinião dos especialistas, os navegadores passam da categoria de meros mostradores de páginas para completos ambientes de desenvolvimento. “Isso, na prática, coloca em risco a existência dos sistemas operacionais completos. Afinal, qual será a necessidade deles num mundo onde iremos fazer tudo dentro do navegador?” fonte

Por fim o iPad!

O iPad será a cereja no topo do bolo. Trata-se de uma nova categoria de dispositivos, entre os smartphones e os computadores, e que categoria esta!! Quando disse «será» queria mesmo pensar numa nova versão do iPad, este ainda é demasiado limitado e por isso um fraco investimento. Pelo que consegui apurar, falta muita coisa neste iPad:

  1. Não tem câmara incorporada.
  2. É preciso um set de cabos e acessórios para tarefas comuns. De que vale um equipamento tão harmonioso e fino e leve (que ainda não é) quando temos que andar com um saco às costas para transportar os extras!
  3. O iPad corre apenas uma aplicação de cada vez. Já ninguém faz apenas uma coisa de cada vez a esta altura do campeonato!
  4. Não suporta Flash.
  5. Parece que a interface 3G é realizada por micro-SIM. Utiliza-se nos USA mas na Europa… nem por isso! Também não é o fim do mundo ter que pedir o cartão à nossa operadora (Optimus, Tmn ou Vodafone), mas era desnecessário!

Agora, pensando numa altura onde teremos um tablet a sério e o cloud computing a funcionar relativamente bem, haverá dúvidas que o dia-a-dia será completamente diferente?

Enquando hoje vamos ao WC e lemos uma revista enquanto esperamos que a gravidade faça o seu trabalho, daqui a um ou dois anos pegamos no nosso tablet e vemos as notícias da manhã, p.ex.

As ferramentas já disponíveis são imensas, mas centenas são desenvolvidas todos os dias!