A principal desculpa para as faltas ao trabalho é “estou doente”, revela estudo!

5 anos ago by in Curiosidades
Resultados d estudo - Trabalho 2012

Um estudo revela as principais desculpas dadas para as faltas ao trabalho e o que mais irrita os funcionários no escritório onde trabalham.

A principal desculpa dada para faltar ao trabalho é “Estou doente”, segundo a pesquisa. Entre as desculpas mais criativas estão “Encontrei o amor da minha vida” e “A minha moto ficou sem gasolina”.

O estudo da Wakefield Research, foi encomendado pela Citrix e realizado em junho deste ano com 1.013 pessoas que trabalham em escritórios nos EUA.

O que os funcionários queriam evitar no escritório?

Quase três quartos dos funcionários de escritórios têm, no mínimo, um evento da empresa que secretamente queriam evitar:

  • 34% dos funcionários não gostam de participar de festas de fantasia
  • 31% que dizem não gostar de atividades de formação de equipas
  • 42% dos homens não gostam de festas de bebés de pessoas do escritório
  • 31% das mulheres odeiam fotos em equipa

O que mais irrita no escritório?

Enquanto algumas pessoas encontram seus melhores amigos no escritório, outros acham difícil trabalhar com os colegas, conheça o que mais irrita os funcionários quando estão no escritório:

  • 49% dos entrevistados trabalha com um “sabe tudo”
  • 44% trabalha com um “resmungão”
  • 51% acreditam que “alguém que reclama constantemente” seria o tipo mais irritante de pessoa para ter ao seu lado todos os dias

Chefes ruins e férias

A relação funcionários vs chefes também é focada neste estudo, conheça algumas estatísticas curiosas:

  • 37% acha que o pior tipo de chefe é aquele que rouba as ideias
  • 33% tem a ideia que o pior tipo de chefe é aquele que  sabe tudo
  • 27% dos funcionários de escritório não gostam de chefes que os ignoram

Muitas pessoas encontram maneiras criativas de evitar os seus chefes:

  • 30% dos funcionários de escritórios diz que marcam folgas próximas às férias de seus chefes para prolongar o tempo longe deles.
  • Mas essa não é uma manobra só dos novatos: 39% dos executivos e funcionários da gerência admitem ter feito isso em comparação a 27% dos funcionários de nível intermediário e júnior

Trabalhar em casa: sim ou não?

A maioria dos funcionários que nunca trabalhou remotamente (64%) identificou no mínimo um privilégio ou benefício do qual abriria mão para trabalhar em casa apenas um dia por semana:

  • descanso para o almoço (32%)
  • álcool (25%)
  • café (20%).
  • 49% de quem trabalha em casa diz que é mais propenso a usar jeans e camiseta; 25% é mais propenso a trabalhar de pijama; enquanto 7% simplesmente trabalha em casa de roupa íntima ou como veio ao mundo.

Responderia a emails nas férias?

Para 72% dos funcionários entrevistados, se chegasse um email urgente do escritório nas férias, provavelmente o responderiam imediatamente em vez de fingir que não o viu.

One Response to “A principal desculpa para as faltas ao trabalho é “estou doente”, revela estudo!”


Paulo Vasco Pereira
22/07/2012 Responder

Pois eu faço parte dos que detestam festas no emprego. Odeio, odeio, odeio.
A trabalhar remotamente em casa faria parte daqueles que não deixam o pijama. Eh, eh, eh… o problema seria a consequência imediata: toca a engordar!

Leave a Comment