Ensaios de Identidade sobre Provetes de Betão

A publicação do Decreto-Lei nº 301/2007 de 23 de Agosto, estabeleceu as condições a que deve obedecer a colocação no mercado dos betões de ligantes hidráulicos, bem como as disposições relativas à execução de estruturas de betão, de forma a contribuir para garantir a segurança destas estruturas, das pessoas e seus bens, aplicando-se por conseguinte, quer à especificação e produção dos betões, em conformidade com a Norma NP EN 206-1 “Betão. Parte 1: Especificação, desempenho, produção e conformidade”, quer à própria execução das estruturas, feitas de acordo com a Norma NP ENV 13670-1 “Execução de estruturas em Betão. Parte 1: Regras Gerais”.

Em ambos os casos, e para as normas mencionadas, consideram-se aplicáveis e parte integrante das mesmas, não só os Documentos Nacionais de Aplicação (DNA) que lhes estão anexos, como também as alterações introduzidas, quer pelas emendas na altura já publicadas e que no caso da NP EN 206-1 foram incorporadas na última versão de 2007, quer pelas que resultarem de posteriores erratas ou emendas.

[gview file="http://www.apeb.pt/fp/GUIA_APEB.pdf" height="600px" width="100%" save="0" cache="0" force="1"]

Ensaios de Identidade obrigatório para classes de inspecção 2 e 3!

As classes de inspecção 2 e 3 obrigam à execução de ensaios de identidade para a verificação da resistência à compressão do betão, sendo esta uma obrigatoriedade do utilizador, isto é, do construtor, devendo estes ensaios ser efectuados em laboratório acreditado (n.º 3 do art.º 6 do Decreto-Lei n.º 301/2007).

Classes de inspecção

De acordo com a NP ENV 13670-1. 2007, as classes de inspecção a empregar deverão estar de acordo com disposições válidas no local da construção e deverão ser estabelecidas nas especificações de projecto.

 

Classe de Inspecção 1 Classe de Inspecção 2 Classe de Inspecção 3
Tipo de construção Edifícios ≤ 2 andares. Edifícios > 2 andares;Pontes correntes. Pontes especiais;Edifícios de grande altura;Grandes barragens;Edifícios para centrais nucleares;Reservatórios.
Tipo de elementos estruturais Lajes e vigas de betão armado com vãos < 10 m;Pilares e paredes simples;Estruturas de fundações simples. Lajes e vigas de betão armado com vãos > 10 m;Pilares e paredes esbeltos;Maciços de encabeça-mento de estacas;Arcos < 10 m. Arcos e abóbadas em betão armado;Elementos fortemente comprimidosFundações delicadas e complicadas;Arcos > 10 m.
Tipo de tecnologias utilizadas Estruturas com elementos prefabricados. Estruturas com elementos prefabricados. Estruturas com elementos prefabricados;Tolerâncias especiais.
Betão Classe de resistência ≤ C25/30 Qualquer classe de resistência. Qualquer classe de resistência.
Classe de exposição X0; XC1; XC2; XA1; XF1 Qualquer classe de exposição Qualquer classe de exposição
Armaduras Passivas. Passivas e de pré-esforço. Passivas e de pré-esforço.

Frequência mínima de amostragem

Já de acordo com a NP EN 206-1: 2007 Emenda 1 de 2008, o plano de amostragem para os ensaios de identidade sobre um lote, quando requeridos pelas especificações de projecto ou pela legislação nacional (DL n.º 301/2007), devem ser conforme com o indicado no quadro seguinte, devendo as amostras serem colhidas de acordo com a NP EN 12350-1.

Classe de inspecção

com certificação
do controlo da produção

sem certificação
do controlo da produção

1 e 2

1 amostra por cada 100 m3, com um mínimo de 1 amostra por dia de betonagem

1 amostra por cada 50 m3, com um mínimo de 1 amostra por dia de betonagem

3

1 amostra por cada 50 m3, com um mínimo de 1 amostra por dia de betonagem

Não aplicável

  Critérios de identidade

No quadro B.1 do Anexo B da NP EN 206-1 apresentam-se os critérios de identidade para a verificação da resistência à compressão, que aqui se reproduzem no quadro seguinte, devendo a identidade do betão ser avaliada com base em cada resultado individual de ensaio da resistência à compressão e na média de “n” resultados discretos sem sobreposição.

Número “n” de resultados do lote

Critério 1

Critério 2

1

Não aplicável

fci ≥ fck - 4

2 – 4

fcm ≥ fck + 1

fci ≥ fck - 4

5 – 6

fcm ≥ fck + 2

fci ≥ fck – 4

Legenda:fci = Resultado individual (MPa);
fcm = Média de “n” resultados do mesmo lote (MPa);
fck = Resistência característica especificada (MPa).

[hr]

Não deixe de consultar as normas:

  • NP EN 206-1: 2007, Betão – Parte 1: Especificação, desempenho, produção e conformidade. 2.ª ed. Caparica: IPQ, Jun. 2007, 84 p.
  • NP EN 206-1 – Emenda 1: 2008, Betão – Parte 1: Especificação, desempenho, produção e conformidade. 1.ª ed. Caparica: IPQ, Out. 2008, 5 p.
  • NP EN 206-1: Emenda 2: 2010, Betão – Parte 1: Especificação, desempenho, produção e conformidade. 1ª ed. Caparica: IPQ, Junho 2010, 5 p.
  • NP ENV 13670-1: 2007. Execução de estruturas de betão. Parte 1: Regras gerais. 2.ª ed. Caparica: IPQ, Jun. 2007, 73 p.
  • NP EN 12350-1: 2009. Ensaios do betão fresco. Parte 1: Amostragem. 2.ª ed. Caparica: IPQ, Jul. 2009, 8 p.

ensaio de betão amostragem, ensaios de compressão do betão, teste de betao por amostra por pilar,